CSS3 Inovação

CSS3 inovação é a mais nova versão das famosas Cascading Style Sheets (ou simplesmente CSS), onde se define estilos para páginas web com efeitos de transição, imagem, e outros.

Isto é o que fornece um estilo novo às páginas Web 2.0 em todos os aspectos de design do layout.

A principal função do CSS3 é abolir as imagens de plano de fundo, bordas arredondadas, apresentar transições e efeitos para criar animações de vários tipos, como um simples relógio de ponteiros.

Isso se deve aos novos browsers que estão chegando, com suporte à essa linguagem, como o Google Chrome, Opera, Internet Explorer 9, Safari e Mozilla Firefox.

Assim, o CSS3 facilitará o trabalho dos que trabalham com web e também dos usuários, pela variedade de transformações na apresentação de um website.

O CSS3 é extremamente capaz de construir animações que impressionam o mais avançado desenvolvedor web, tanto em 2 como em 3 dimensões.

Os mais comuns são os efeitos de rotação, movimento e transição. Existem, na web, empresas fazendo propaganda utilizando a criatividade e o poder dessa nova era de estilos.

Cascading Style Sheets (CSS)

É uma linguagem de folhas de estilo utilizada para definir a apresentação de documentos escritos em uma linguagem de marcação, como HTML ou XML.

O seu principal benefício é a separação entre o formato e o conteúdo de um documento.

Em vez de colocar a formatação dentro do documento, o desenvolvedor cria um link (ligação) para uma página que contém os estilos, procedendo de forma idêntica para todas as páginas de um portal.

Quando quiser alterar a aparência do portal basta portanto modificar apenas um arquivo.

Com a variação de atualizações dos navegadores (browsers) como Internet Explorer, que ficou sem nova versão de 2001 a 2006, o suporte ao CSS pode variar.

O Internet Explorer 6, por exemplo, tem suporte total a CSS1 e praticamente nulo a CSS2.

Navegadores mais modernos como Google Chrome e Mozilla Firefox tem suporte maior, inclusive até a CSS3, ainda em desenvolvimento.

A interpretação dos navegadores pode ser avaliada com o teste Acid2, que se tornou uma forma base de revelar quão eficiente é o suporte de CSS.

Isso faz com que a nova versão em desenvolvimento do Firefox seja totalmente compatível a ele assim como o Opera já é.

O Doctype informado ou a ausência dele determina o quirks mode ou o strict mode, modificando o modo como o CSS é interpretado e a página desenhada.

Fonte: wikipedia
Menu